Tarja Rosa

Setembro Amarelo: o que fazer quando a sua amiga precisa de ajuda?

Setembro Amarelo: o que fazer quando a sua amiga precisa de ajuda?

Foto: iStock

O mês de prevenção ao suicídio existe pra que a gente fale sobre o assunto, entenda o que pode ser feito e, com as informações à mão, possa ajudar alguém que precisa

O Setembro Amarelo é uma campanha que estimula a prevenção da depressão, seus sintomas e consequências, como o suicídio, por exemplo. Conversamos com Maria Claudia Tardin – psicóloga e coordenadora do PAPO ESPM – Programa de Acompanhamento Psicológico e Orientação, para entender o que fazer quando uma amiga precisa de ajuda.

A gente sempre vai tentar ajudar quem amamos a sair de uma situação ruim, mas quando ela envolve ansiedade, depressão e sintomas relacionados a saúde mental, existem algumas formas mais adequadas para isso.

Respeite o momento

É importante reconhecer que determinada situação pode ser uma crise da sua amiga. “Geralmente, as pessoas se afastam, deixam de responder mensagem e até mesmo ‘somem do mapa’”, diz a psicóloga. Entenda que esse momento é sério para ela e se mantenha disponível, mesmo que você não tenha muita certeza de como agir.

Esteja presente

É difícil entender exatamente o que a pessoa precisa, mas só de estar por perto já é uma ajuda e tanto! “Atualmente, em meio a todo esse caos da pandemia, não percebemos que as pessoas estão se afastando, então é importante se fazer presente – faz bem para os dois lados”, aconselha Maria Claudia.

Demonstre interesse
De acordo com a psicóloga, a melhor maneira de ajudar uma amiga que está passando por dificuldade é mostrando o seu interesse por ela. “Diga que você se importa, que você precisa dela por perto, lembre situações onde essa pessoa foi muito importante. A estimule a perceber que a vida dela é fundamental para outras pessoas”.

Cuide da sua saúde mental

Você, acima de tudo, precisa estar bem para ajudar alguém, viu? Por isso, cuide da sua saúde mental para que você não se envolva de forma exagerada na situação e acabe se prejudicando. Esteja atenta também ao que está passando com você! “Quando você não percebe o seu sentimento e não busca compreender o que ele significa, você pode desenvolver problemas no futuro”, alerta a psicóloga.

Encontre mais informações no setembroamarelo.org.br e conheça mais sobre o Centro de Valorização da Vida – uma das ONGs mais antigas do país e que atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio: https://www.cvv.org.br/