Outubro Rosa: como fazer o autoexame de mama

Apesar da mamografia ser normalmente indicada para maiores de 40 anos, nunca é cedo para se conhecer e perceber mudanças nos seios

Durante todo o mês de outubro acontece a ação “Outubro Rosa”, que promove a conscientização para a prevenção do câncer de mama e seu diagnóstico precoce (falamos um pouquinho mais sobre isso neste outro texto aqui). E, apesar da mamografia ser indicada para mulheres com mais de 40 anos, o autoexame também é superimportante para se conhecer – e notar possíveis mudanças.

“A mama é um órgão da mulher que tem sua formação completa próximo dos 21 anos. Então, desde o início desse processo (que chamamos de telarca), ela sofre muitas mudanças granulares”, explica Eliano Pellini, ginecologista e chefe do setor de Saúde e Medicina Sexual da Faculdade de Medicina do ABC. Durante esse período podem aparecer nódulos nos seios, chamados de fibroadenoma ou cistos – que são benignos e não comprometem em nada a saúde da mulher.

O ginecologista indica que, desde a adolescência, a menina crie o hábito de apalpar as suas mamas durante o banho. “Basta usar as mãos, como se fosse fazer uma higiene na axila, apalpando com os dedos por baixo e por cima das auréolas. Se notar algum caroço dolorido ou endurecido, vale a pena ir ao médico para fazer um controle via ultrassom deles”, esclarece Eliano.

Após os 21 anos, esse controle mamário continua sendo durante o banho e, de preferência, no período pós-menstrual. Quanto mais cedo você começar, mais você irá se conhecer e, mais para frente, notar diferenças. Eliano enfatiza: “É um hábito importante e eficaz na prevenção precoce do câncer de mama”.

Você já faz o autoexame? Que tal inclui-lo na sua rotina de cuidados? É um processo rápido e de autoconhecimento. Vale também conversar com a sua mãe, tias e familiares mulheres sobre o assunto e estimular todas elas a fazer também.

Acompanhe a gente ;)

Veja mais do Tarja ?

Relacionados