Masturbação sem tabu: o que você precisa saber?

Faz mal à saúde? Tem algum efeito no meu corpo? Melhora a imunidade? O Tarja Rosa esclarece essas e outras dúvidas de forma simples e natural.

A masturbação é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma das formas mais saudáveis de expressar a sexualidade. Entretanto, de acordo com o Instituto Brasileiro para Estudos da Sexualidade, para 48% das mulheres brasileiras a prática ainda é um tabu. Um estudo realizado pelo Hospital das Clínicas com 8,2 mil pessoas comprovou que 40% das mulheres nunca havia se masturbado – enquanto esse número nos homens era de apenas 3%. Uma diferença gritante, né?

Os benefícios

A masturbação não faz mal para a saúde – pelo contrário. Thalita Domenich, ginecologista e consultora do Tarja Rosa, explica que com ela é possível conhecer o próprio corpo, criar intimidade e aprender o tipo de estímulo que lhe traz mais prazer e orgasmos. “Esse aprendizado é essencial para qualquer pessoa”.

Do ponto de vista químico, a masturbação também traz benefícios: “O orgasmo libera neurotransmissores capazes de trazer sensação de prazer, relaxamento e diminui o estresse”. Já em relação a melhora da imunidade, não há uma ligação direta, mas, sim, uma relação de causa e consequência. “A masturbação contribui para o bem-estar e durante o orgasmo há liberação de endorfinas e do hormônio ocitocina (hormônio da felicidade), contribuindo para saúde física e mental, resultando em uma melhora da imunidade”, explica Thalita.

É possível gozar só com masturbação?

É possível, pois a masturbação estimula as zonas erógenas. Thalita ainda recorda que mulheres são privilegiadas: “Temos um órgão destinado especificamente para o prazer: o clitóris. Só ele tem cerca de 8 mil terminações nervosas e pode ser estimulado facilmente durante a masturbação”.

Que cuidados tenho que tomar?

Mas, assim como o sexo, a masturbação deve ser realizada de forma consciente e responsável. Enquanto durante a relação sexual a camisinha é totalmente indispensável para a proteção contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis, aqui a orientação é outra. “Sempre deve ser realizada a lavagem das mãos com água e sabão antes e após a masturbação e, se for utilizar vibradores, estes também devem ser higienizados sempre antes e após a prática”, explica Thalita – que também alertou para que os objetos sejam de uso pessoal e nunca compartilhados.

Acompanhe a gente 😉

Veja mais do Tarja 📷

Relacionados

Fluxo leve, médio ou intenso: você sabe qual é o seu?

Ao acompanhar a sua menstruação, o mais importante não é quantificar, mas sim observar alterações em seu padrão habitual.

Depois de quantos dias tomando anticoncepcional estou protegida?

“Comecei a tomar a pílula, como ela funciona a curto prazo em meu corpo?” – Essa é uma dúvida bem frequente entre as meninas que iniciariam o anticoncepcional

Como evitar candidíase no verão?

Saiba mais sobre a prevenção, tratamento e como reconhecer os sintomas da candidíase, infecção ainda mais comum durante o verão

Cólica menstrual: como aliviar as dores?

As cólicas menstruais fazem parte do ciclo de quase toda garota. Veja 9 dicas para te ajudar a diminuir esse incômodo quando ele aparecer!