Existe relação entre anticoncepcional e varizes?

Alguns tipos de pílulas anticoncepcionais podem contribuir para o aparecimento de varizes em meninas que já possuem essa predisposição. Entenda!

Muito se fala sobre os efeitos do anticoncepcional no corpo e, consequentemente, há mitos que rondam o assunto. Uma das polêmicas, por exemplo, é o surgimento de varizes. Afinal, existe essa relação? Antes de mais nada, é preciso esclarecer que varizes são veias que se dilatam e ficam salientes na pele. 

“Essas veias, então, ficam incapazes de desempenhar sua função no sistema circulatório com eficiência e isso acontece por uma alteração na parede da veia que perde sua elasticidade e se dilata continuamente”, explica Thalita Domenich, médica e consultora do Tarja Rosa. 

No entanto, o anticoncepcional não é o responsável sozinho pelo surgimento de varizes, mas, de acordo com a médica, ele pode, sim, acelerar ou agravar a ação em pacientes que já possuem predisposição genética. “As pílulas que contém estrogênio são consideradas fatores de risco para o desenvolvimento de varizes. O estrogênio age na parede dos vasos sanguíneos e, por isso, pode prejudicar circulação do sangue”, esclarece.

Para os pacientes com varizes ou com predisposição genética, a recomendação é trocar o método, optando por anticoncepcionais com progestagênio isolado. É importante conversar com seu médico para que ele avalie cada caso!

Acompanhe a gente ;)

Veja mais do Tarja ?

Relacionados