É normal doer e sangrar na primeira vez?

Vamos começar desmistificando a “perda” da virgindade? Afinal, nenhuma garota nunca achou a virgindade por aí, certo? Então não há nada para ser perdido. A primeira vez é um momento superimportante e gostoso na nossa vida, mas ainda é cercado de muitos mitos e preconceitos. “Tem que sangrar? Se não sangrar não sou virgem de verdade? O que vão pensar?”. São ideias antigas, que assombraram nossas avós, mas ainda refletem na nossa vida. Bora entender melhor o que rola (ou pode rolar) no nosso corpo quando transamos, com penetração, pela primeira vez?

É comum que a perda da virgindade esteja associada ao rompimento do hímen e uma pequena perda de sangue. Pois é, mas nem isso acontece com todas as garotas, sabia? Como explica a ginecologista Thalita Domenich, o tal do hímen, que é aquela membrana que fica ali na entrada da vagina, pode ter diferentes formas e isso já é um dos motivos para que as experiências sejam muito particulares. “Varia tanto em formato quanto elasticidade. Existem aqueles que são como uma borda e apresentam uma passagem no meio. Existem outros como uma redinha, cheia de pequenos buraquinhos. Alguns são espessos e doem quando rompidos, outros são finos e a garota não sente nada”, explica a médica.

E a dor também pode ser maior ou menor dependendo da menina? Sim, para algumas meninas pode doer mais, para outras, menos e pode até não doer nada. Depende muito do seu corpo. Mas aqui sabemos que caprichar nas pre-eliminares, estar relaxada e bem lubrificada, criar um ambiente legal com seu companheiro ajudam bastante para que a penetração role de maneira mais tranquila e até com menos dor. Ah, muito importante: a sua primeira vez só deve acontecer com o seu consentimento, se você decidir que é mesmo a sua hora. Não existem juras de amor, ser a última virgem, nada disso deve definir o momento em que você vai transar. E, se na hora, você quiser desistir, pode desistir também, é o seu corpo, são suas regras, e elas devem ser respeitadas.

Não sangrei da primeira vez, vai ser normal se rolar na segunda, terceira…? Agora que já descobrimos que isso pode não ser tão importante, só pra você conhecer melhor seu corpo: talvez, sim. Dra. Thalita explica que o sangramento ocorre quando há a ruptura do hímen e a penetração atinge algum vaso sanguíneo e isso nem sempre ocorre na primeira vez que você transa, então, fique tranquila.

Antes mesmo de começar a ter relações sexuais, é importante que você procure seu ginecologista e converse sobre o assunto. Ele pode te dar orientações, esclarecer suas dúvidas e te preparar para esse momento tão legal ser ainda mais prazeroso e, principalmente, seguro. Bem lembrado: use sempre preservativo e se proteja das ISTs.

Acompanhe a gente 😉

Veja mais do Tarja 📷

Relacionados