Alergia à camisinha: como saber se eu tenho?

Vermelhidão e coceira após uma relação sexual podem indicar alergia ao preservativo. Descubra aqui como identificar e o que fazer se for o seu caso.

Você já ouviu falar em alergia à camisinha? Pois é, ela não é muito comum, mas pode acontecer. Geralmente, as meninas que têm esse tipo de reação são alérgicas ao látex, componente do preservativo. “Fica mais fácil de identificar pois a garota também teria alergia a sandálias ou luvas de borracha, por exemplo”, explica Dra. Thalita Domenich, ginecologista e consultora do Tarja Rosa.

Na maioria das vezes, a alergia pode ocasionar coceira e vermelhidão no local, mas a médica alerta que o grau de reação pode ser maior em algumas pacientes: “Em um quadro grave, a menina pode perceber alterações sistêmicas como placas vermelhas pelo corpo e até falta de ar”, diz Thalita.
E o que fazer?

Se a alergia for realmente ao látex – e isso é o médico quem irá apontar –, é indicado que a garota utilize o preservativo feminino, que não o contém. “Mas, muitas vezes, a paciente tem alergia ao lubrificante da camisinha e não a ela, de fato. Por isso, se ela tem alergia a alguma marca e outra não, orientamos utilizar sempre da mesma marca”, explica a médica.
Se perceber algum desconforto ou irritação após o uso de preservativos, converse com o seu médico para que ele possa investigar as causas corretas.

Acompanhe a gente 😉

Veja mais do Tarja 📷

Relacionados