Afinal, o que é squirt?

O fenômeno, que virou assunto na internet, é o que acontece quando a menina libera fluidos pela vagina. Vem entender!

Antes de falar sobre o misterioso squirt, vamos falar um pouco sobre o orgasmo feminino. Ainda um tabu, o ápice do prazer pode ser de vários tipos – (tem o clitoriano e o vaginal, por exemplo) – e acontecer de diversas maneiras. E até mesmo mais de uma vez em uma mesma relação sexual, sabia? Algumas (raras) garotas, além do orgasmo, relatam que já tiveram também uma ejaculação, ou seja, um esguicho de um líquido pela vagina, chamado squirt.

Acredita-se que esse líquido liberado seja uma produção de muco ou hidratante dentro da glândula de Skene, que lubrifica a região uretral e pode acumular fluido durante a excitação máxima. “Temos sempre que pensar em duas possibilidades. A que o esguicho de fato é proveniente das glândulas parauretrais ou que ele é um pequeno jato de urina, liberado por um processo de relaxamento durante o orgasmo da garota”, explica o ginecologista Eliano Pellini, chefe do setor de Saúde e Medicina Sexual da Faculdade de Medicina do ABC.

Vale deixar claro que esse é um fenômeno raro e que acontece com poucas mulheres e, inclusive, muitas delas se sentem até envergonhadas pela situação – já que o ambiente em está ocorrendo a relação acaba ficando molhado. Eliano também esclarece que o squirt pode acontecer mais facilmente em posições específicas do sexo e até mesmo com o uso de um vibrador durante a masturbação, já que o aparelho conseguiria tocar o fundo uretral. “Acredito que não deva ser algo extremamente procurado ou desejado pelas garotas, ele pode acontecer uma vez e depois nunca mais e as meninas não devem se frustrar por isso”, explica o médico.

Acompanhe a gente ;)

Veja mais do Tarja ?

Relacionados